Fique a par da atualidade

O início da sexta temporada da série da RTP "Conta-me como foi" confirma o excelente serviço prestado pela televisão pública portuguesa.


Com um elenco de luxo, onde pontificam Rita Blanco e Miguel Guilherme, apoiados por um brilhante naipe de atores, o enredo retrata exemplarmente a vida de uma família portuguesa nos idos anos 80, num registo que transpõe o mero propósito do entretenimento. A autenticidade de época conferida a diferentes níveis - linguístico, cenográfico, guarda-roupa, caracterização, temas, imagens de arquivo, etc., etc. - dotam a série de uma qualidade histórica, social e pedagógica que nos faz revisitar inevitavelmente o passado, não muito distante, de um país bonito, repleto de predicados.

E é esta riqueza ímpar de informação, para os mais jovens perdida no século XIX, que a coloca no patamar de série de culto, com conteúdos que merecem ser explorados nas escolas, de forma interdisciplinar, nas aulas de História, Português, Educação Visual, Educação Tecnológica, Educação para a Cidadania, entre outras, porque permitem alavancar conhecimentos transversais, essenciais na descoberta da nossa identidade nacional, do sentido que é ser português, propiciando aprendizagens significativas e cativantes.

Confesso fã da série, todo o excelso trabalho das equipas de "Conta-me como foi" - muito além do que é possível aos nossos olhos assistir - merece os meus maiores encómios. À semelhança das cinco temporadas anteriores, emitidas entre 2007 e 2011, esta faz jus às expectativas, antevendo-se uma preparação exaustiva da sétima temporada, não só por imperativos de audiências, mas, orgulhosamente, pelos atributos indesmentíveis, amplamente reconhecidos pelo público.

*Professor/diretor

 

JN
28.01.2020 às 00h00
https://www.jn.pt/opiniao/convidados/conta-me-como-foi-11755986.html

NOTÍCIAS

Psicólogos nas escolas. Regularização dos precários "dá a umas, mas tira a outras".

11 Fev. 2020 Notícias

Directores, pais e editores aplaudem fim da reutilização de manuais no 1.º ciclo

04 Fev. 2020 Notícias

As notícias das 11h: "Apoio zero" do governo contra a violência nas escolas

03 Fev. 2020 Notícias

Conta-me como foi...

28 Jan. 2020 Notícias